Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Quase "The End"

Bem, amanhã é o meu último dia de trabalho...Vim para fazer um estágio e talvez ficar por aqui mais uns tempos, mas isso não vai acontecer, impossibilidade financeira pra me pagarem um ordenado no final do mês.

 

Acho que realmente é o melhor, nunca me senti parte da equipa, nunca senti que fazia alguma falta aqui. Aprendi o que queria aprender, vi o que queria ver, agora não faz mesmo sentido nenhum ficar aqui. Mesmo que fosse pra ficar, não sei se o queria...

 

Vou finalmente tirar uma férias, mesmo que sejam muito prolongadas, desde que não me falte o pc e a minha querida internet...venham de lá os dias sem nada pra fazer!!

 

 

Agora é a parte em que faço publicidade da empresa onde estou: Por simpatia..e eles merecem...

 

Visitem o site http://www.open-space.pt

 

P.S. - Caso o site ainda não tenha lá muita informação é porque ainda está em actualização, mas está para breve a sua conclusão.

 

 

 

 

 

 

sinto-me:
música: De filmes de terror
publicado por RedGirl às 13:37

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

Reconhecimento à Loucura

Já alguém sentiu a loucura
vestir de repente o nosso corpo?
Já.
E tomar a forma dos objectos?
Sim.
E acender relâmpagos no pensamento?
Também.
E às vezes parecer ser o fim?
Exactamente.
Como o cavalo do soneto de Ângelo de Lima?
Tal e qual.
E depois mostrar-nos o que há-de vir
muito melhor do que está?
E dar-nos a cheirar uma cor
que nos faz seguir viagem
sem paragem
nem resignação?
E sentirmo-nos empurrados pelos rins
na aula de descer abismos
e fazer dos abismos descidas de recreio
e covas de encher novidade?
E de uns fazer gigantes
e de outros alienados?
E fazer frente ao impossível
atrevidamente
e ganhar-lhe, e ganhar-lhe
a ponto do impossível ficar possível?
E quando tudo parece perfeito
poder-se ir ainda mais além?
E isto de desencantar vidas
aos que julgam que a vida é só uma?
E isto de haver sempre ainda mais uma maneira pra tudo?

Tu Só, loucura, és capaz de transformar
o mundo tantas vezes quantas sejam as necessárias para olhos individuais
Só tu és capaz de fazer que tenham razão
tantas razões que hão-de viver juntas.
Tudo, excepto tu, é rotina peganhenta.
Só tu tens asas para dar
a quem tas vier buscar



José de Almada Negreiros

sinto-me:
publicado por RedGirl às 18:12

link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Abril de 2008

Qual família...

Devia estar na praia e não estou, estou aqui….fiquei-me pelo meu quarto e pela minha cama…no único dia de descanso que tenho. Fiquei aqui a definhar entre estas quatro paredes, as únicas que realmente me conhecem. Queria adormecer e só acordar quando isto tivesse passado tudo.

 

Desde pequena que assisto aos mesmo episódios, desde sempre que ouço as mesmas palavras, que vejo o mesmo sofrimento, que vejo todo o sacrifício vivido. Queria ter a possibilidade de poder afastá-los, mas não posso, neste momento não posso….mas hei-de poder, hei-de conseguir pôr um fim a isto tudo.

 

O importante não é ver as famílias juntas, mas sim vê-las unidas e felizes. Esta relação está cada vez pior, limitam-se a suportar-se, limitam-se a partilhar a mesma vida desde há 30 anos. Sempre ouvi discussões, sempre vi alguém a sujeitar-se ao que o outro queria, sempre ouvi alguém a dizer que já não aguentava mais, que um dia desaparecia….isso nunca aconteceu….continuou tudo na mesma, com altos e baixos, mas cada vez com mais baixos…piora de dia para dia. Não aguento ter de levar com isto tudo em cima de mim, ter de assistir a tudo isto, ter de ouvir os desabafos, ter de fazer alguma coisa para aliviar a situação. Tou farta de ver alguém a sofrer assim, tou mesmo farta de ver a sua cara de sofrimento e as suas lágrimas e pior que tudo é eu não poder fazer nada. Tou farta disto tudo, queria ser como a avestruz e poder enfiar a cabeça na areia e só tirá-la quando tudo tivesse terminado. Sei que isto nunca vai terminar, sei que isto vai ser para sempre, mas também sei que eu não vou estar aqui, que eu não quero estar aqui a assistir a isto até ao seu final.

 

Hoje o dia parece nunca mais terminar, os minutos parecem horas, só quero que passe depressa, que chegue depressa o dia de amanhã para poder enfrentar novamente mais um início duma semana de trabalho. Só quero ter a minha cabeça ocupada com outras coisas…

 

P.S. – Acho que vou começar a passar os fins de semana todos longe de casa, eu também preciso de alguma paz e por aqui não a consigo encontrar…

 

sinto-me:
publicado por RedGirl às 17:06

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

Personalidade do Escorpião: "Não me passem por cima"

 

Quando conhecemos um Escorpião, ficamos um pouco assustados. Um arrepio leve corre-nos pela espinha. Afastamo-nos lentamente. Temos cuidado com o que dizemos, porque não os queremos ofender. Talvez sejam aqueles olhos de Escorpião fundos e penetrantes, ou talvez aquele exterior frio e reservado que utilizam tão bem. O que quer que seja, não nos queremos meter com um Escorpião, de certeza que perderemos dolorosamente. O magnetismo do Escorpião é majestoso e poderoso. Eles alcançam o seu objectivo, e utilizam quaisquer meios para o conseguir. Não está no nosso melhor interesse metermo-nos no caminho de um Escorpião. São astutos, e enganadores. Cuidado com o que dizemos, porque se os ofendermos, eles usarão isso mais tarde - anos mais tarde - para se vingarem. Gostam de ver os outros sofrerem. Fá-los sentir poderosos. Um Escorpião é misterioso e sedutor, sabemos que guarda algum segredo incrível. Nunca tentem descobrir o que esconde, porque eles nunca partilham segredos.

 

AMIZADE
Ninguém é um melhor amigo nem pior inimigo que um Escorpião. Ou gostam de nós ou odeiam-nos. Eles gostam de pessoas espertas que estimulem a sua mente. Esperam confiança total. Querem saber onde vamos estar a certa hora e com quem. Não nos dizem os seus próprios planos, portanto não vale a pena perguntar. Se os trairmos, cortam relações connosco, nem vale a pena pedir perdão, porque eles não o darão.

 

AMOR
Os Escorpiões conseguem o que querem. Se fixarem os seus olhos penetrantes e sexy em si, não lute, simplesmente encoste-se e goze o momento. Eles hão-de conseguir. Devíamo-nos sentir honrados. Os Escorpiões não gostam de perder o controlo, e normalmente escondem as suas emoções debaixo de uma máscara gelada. Pesam as probabilidades sobre nós antes de fazerem qualquer movimento. São altamente sexuais e apaixonados. São secretos, possessivos e ciumentos, nem olhem para outra pessoa, porque quando gozados, os Escorpiões são vingativos e cruéis.

 

sinto-me: Chegou o bom tempo!!!
publicado por RedGirl às 15:40

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 2 de Abril de 2008

Fim de semana...

Ando sem vontade para escrever, isto apenas significa que a minha vida está na mesma e sendo assim, se não acontece nada fora do normal, também não há nada para contar. Mas também não é bem assim….este fim-de-semana fui arejar as ideias. Há mesmo muito tempo que não saía uns dias de casa.

Fui visitar uma amiga a Amarante. Depois de um longo dia de trabalho na sexta enfiei-me num expresso e lá fui eu sozinha em busca do desconhecido. Posso dizer que fiquei surpreendida por tudo o que vi e por tudo o que ouvi durante a minha estadia naquela casa. Nunca me tinha apercebido que essa minha amiga tem um sotaque incrível, só me apercebi disso quando a ouvi falar com a família, são pequenas coisas a que nem sempre prestamos atenção. Fui parar a uma aldeia no meio do monte, nunca tinha estado num sítio assim, não esperava que fosse um sítio assim. Daqueles sítios onde se vêem cães pela rua e galinhas e ovelhas soltas em volta das casas, o que eu considero a verdadeira aldeia. Apesar de eu também viver no meio rural e estar habituada a muitas coisas, não tem nada a ver com o local onde passei o fim-de-semana. Como cheguei lá na sexta à noite, não me apercebi de como era o lugar, mas no sábado de manhã….foi a surpresa total, pelo menos respira-se um incrível ar puro. Ainda por cima tou habituada a uma casa vazia, e cheguei a uma casa cheia de gente, principalmente crianças, aquele barulho das crianças a brincar, a gritar, a fazer birra….isso para mim foi mesmo uma total novidade.  

Passados estes dias e assentada a poeira, posso pensar mais serenamente no que me aconteceu, foi giro e lá pró próximo mês repito a experiência. Digamos que fui munida de máquina fotográfica, tinha intenção de tirar imensas fotos, mas nem por isso, ainda tirei uma ou duas fotos à paisagem. No Domingo, antes de voltar para casa andei a visitar a cidade, mas como não tem muito para ver, as fotos tiradas também não foram muitas.

Tou com uma incrível dor de pernas, consequências de passar o fim-de-semana num local de declive acentuado…ando a precisar de fazer exercício físico…

sinto-me:
música: Pedro Abrunhosa
publicado por RedGirl às 09:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.sobre mim...

.Agosto 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Pesquisar neste blog

 

.Posts recentes

. Isto é só para alegrar os...

. ...

. ...

. Morte

. Gato que brincas na rua

. última semana

. Anseios

. Quase "The End"

. Reconhecimento à Loucura

. Qual família...

. Personalidade do Escorpiã...

. Fim de semana...

. help!!!

. Realista...sim senhor!!

. Páscoa...

.Arquivos

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Tags

. todas as tags

.Participa tu também

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds